:: Reporter JCC

OCI lança indicador que afere transparência das organizações
Redação
16/5/2018 14:08:00
Nova ferramenta demonstra aplicabilidade em empresas, órgãos governamentais e organizações sociais

"Consumidores exigem cada vez mais transparência das empresas. Cidadãos contribuintes exigem cada vez mais satisfações de governos e órgãos públicos. E isto, no Brasil e no mundo”. Assim abriu o primeiro workshop sobre Transparência Ativa o conselheiro de desenvolvimento internacional do Observatório da Comunicação Institucional (OCI), Ronaldo J. Rotter.  O workshop integrou as atividades deste primeiro dia do 21º Congresso Mega Brasil de Comunicação, Inovação e Estratégias Corporativas, que a Mega Brasil Comunicação realiza, até amanhã (17/5), no CCR, em São Paulo.

Para atender à crescente demanda social de transparência, o OCI lançou uma ferramenta inteligente, desenvolvida por especialistas para aferir o qual de transparência para a sociedade de organizações públicas, privadas e do Terceiro Setor. A apresentação do sistema aplicativo e do seu manual foi conduzida pelo diretor-presidente do OCI, Manoel Marcondes Neto, segundo o qual, “transparência é uma exigência de toda e qualquer conduta organizacional que pretende ser ética, afinal, não há dúvida de que a outra face da medalha da ética é a transparência”. 

O novo indicador é obtido por meio de um serviço denominado “Auditoria Funcional da Comunicação Organizacional”, aplicado por empresas parceiras devidamente credenciadas pelo OCI, e se pretende um complemento agregador de confiança junto aos públicos-chave (“stakeholders”) das organizações, ao lado das obrigações legais já existentes, como a Lei de Acesso à Informação, por exemplo, e normas vigentes para o mercado de capitais – sobretudo para as empresas de capital aberto e com ações negociadas em bolsas de valores. O Índice de Transparência Ativa avalia 210 quesitos, possibilitando uma visão abrangente e transversal dos negócios em cinco instâncias, considerando o composto de “5 Rs”: Reconhecimento social, Relacionamento com públicos-chave, Relevância no segmento de atuação, Reputação administrada e Resiliência institucional.

Os resultados são processados por um aplicativo que faz o cálculo em cada uma das cinco instâncias, chegando a uma avaliação final (em uma escala de 0 a 100 pontos). Se o exame alcançar resultado final entre 90 e 100 pontos, a organização é certificada como transparente. Caso não atinja este “score”, a avaliação gera um relatório de melhorias a serem implementadas pela organização, possibilitando – num próximo exame, se atendidas as questões levantadas – a obtenção da condição de “organização transparente”.



Voltar



Siga Mega Brasil


Copyright Mega Brasil Comunicação - Todos os direitos reservados