:: Tome Nota

Não esqueça do seguro viagem antes de decolar

1/7/2019 15:10:00
Como contratar, quais valores contratar, como acionar a cobertura serão explicados por Alexandre Camargo, Country Manager Brasil da ASSIST CARD ao programa 'Consumo em Pauta'

Na correria de comprar um pacote de viagem ou as passagens, escolher o hotel ou definir os passeios, há quem esqueça de um item de extrema importância: o seguro viagem.

Independentemente do destino, se é dentro do Brasil ou para o exterior, o seguro viagem deve estar dentro das malas, o que dará segurança e cobertura ao viajante caso tenha problemas de saúde, odontológicos, a mala sumiu, o voo atrasou, etc.

Como contratar, quais valores contratar, como acionar a cobertura serão explicados por Alexandre Camargo, Country Manager Brasil da ASSIST CARD, empresa dedicada ao oferecimento de assistência integral ao viajante que atende nos cinco continentes e nos sete mares. Camargo é o entrevistado da jornalista Angela Crespo no programa Consumo em Pauta.

E, parece, o brasileiro vem entendo a importância de contratar um seguro viagem a cada decolagem. Tanto que, conforme Camargo, a venda de seguro viagem cresceu 17% nos primeiros cinco meses deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, conforme dados da Susep (Superintendência de Seguros Privados). “Quando cruzamos os dados da Anac e da Embratur, o resultado é que 50% dos viajantes têm optado pelo seguro viagem. Cinco anos atrás, este número era de 30%”, destaca o executivo.

Para quem viaja principalmente para os Estados Unidos, é imprescindível ter seguro um seguro viagem. Isso porque, explica Camargo, a medicina lá é muito cara. “Qualquer problema, sua saúde e seu bolso estarão protegidos.”

Mas o que contratar? Um seguro viagem ou um assistente de viagem?

O executivo explica que o seguro cobre o financeiro, já o assistência viagem tem “assistência plena e integral”.  “A ASSIST CARD oferece um plano consistente e completo que combina seguro de viagem mais assistência ao viajante”. Conforme Camargo, estão inclusas na apólice todos os seguros habituais (como, por exemplo, o seguro médico e o de extravio de bagagens), além de assistências em serviços pontuais (como o acesso a rede credenciada, serviços de concierge, etc.) e assessorias (como a jurídica). O grande diferencial é que ao acionar a central, no momento de emergência, o cliente é de imediato encaminhado para um especialista ou profissional apropriado mais próximo de sua localização, independentemente de onde estiver, e receberá todo atendimento e resolução de sua necessidade médica ou clínica sem que desembolse um só centavo.

Quantos aos valores de cobertura a serem contratados, o executivo da ASSIST CARD recomenda que, para viagem aos Estados Unidos, no mínimo US$ 150 mil. Para outros países, em torno de US$ 30 mil. Já para viagens no Brasil, R$ 15 mil já é uma boa cobertura.

Para quem viaja pelo Brasil e não tem um plano de saúde nacional, o seguro viagem é uma boa opção. Caso necessite de algum cuidado médico, poderá acionar a seguradora e terá o atendimento.

O custo dos seguros representa, conforme o executivo da ASSIST CARD, cerca de 5% do valor de um pacote turístico. Para uma cobertura de US$ 30 mil, o viajante arcaria com US$ 4,5 por dia. Já se for US$ 60 mil, entre US$ 5 e US$ 6 dólares por dia. Já em viagens no território nacional, para uma cobertura de R$ 15 mil, o preço do seguro viagem estaria entre R$ 4 e R$ 5 por dia.

Alexandre Camargo, da ASSIST CARD, faz um alerta: o seguro viagem tem de ser contratado antes de o viajante deixar sua base. “Um detalhe importante: é fundamental que o seguro viagem seja contratado antes de o viajante deixar sua base. Se ele comprar durante o percurso de sua viagem, terá de assumir uma carência de 72 horas”, enfatiza Camargo.

Caso a seguradora tenha de ser acionada durante a viagem, na ASSIST CARD o processo é descomplicado. O viajante pode entrar em contato via aplicativo ou ligar para a seguradora. “Ou pode ir direto para o hospital, caso seja esta a opção. Mas nossa recomendação é entrar em contato conosco pela comodidade. Fazemos a triagem para determinar a complexidade do atendimento e, então, dar o encaminhamento, que pode ser inclusive de enviar o médico – se o problema for de saúde – até o local em que o segurado se encontra.”

Quer saber sobre seguro viagem? Acesse a Rádio Mega Brasil Online nesta segunda, às 16 horas. Reapresentações na terça, às 19 horas, e na quarta, às 9 horas em www.radiomegabrasilonline.com.br - e a partir da próxima semana, após as veiculações na Rádio, você pode acessar a íntegra da entrevista em vídeo na TV Mega Brasil, nosso canal no Youtube.



Voltar



Siga Mega Brasil


Copyright Mega Brasil Comunicação - Todos os direitos reservados